Bolsas e Financiamentos

Seu curso superior ao alcance

Você precisa de ajuda para cursar sua graduação? Saiba que temos várias opções de bolsas e financiamentos para te apoiar na realização deste projeto. Confira como usar estes recursos e se tornar parte da nossa comunidade. 

Opções feitas para você

Na PUC Goiás, você encontra várias opções de bolsas e financiamentos para te ajudar no ingresso e permanência no curso que escolher. Há opções oferecidas pela própria PUC Goiás, como o Vestibular Social, o Pode PUC,  além de várias bolsas acadêmicas. Há ainda as opções oferecidas pelos governos federal e estadual. São muitas opções, uma delas pode ser a ideal para você.

Vestibular Social

Vestibular Social

O que é?

Quer estudar na PUC Goiás, mas a grana tá curta? Oferecemos bolsas sociais de 50% para cursos de graduação, destinada a candidatos com família com renda de até um salário mínimo e meio por pessoa.
 
É um compromisso social da universidade para garantir a inclusão de estudantes de baixa renda no Ensino Superior. A cada mensalidade, você ganha 50% de desconto. Os candidatos aprovados no processo seletivo poderão requerer a bolsa de estudo após aprovação na entrevista socioeconômica.

Perguntas frequentes

Os aprovados no processo seletivo que poderão ser beneficiados com bolsa de estudo – Vestibular Social (no valor de 50% do valor da mensalidade), devem ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa e apresentar patrimônio compatível à renda declarada. 

Os estudantes devem ser ingressantes de primeiro período nos cursos oferecidos e cursar todas as disciplinas constantes da matriz curricular, sem aproveitamento de crédito/estudo/disciplina

O beneficiado pelo Vestibular Social não ser portador de diploma de curso superior, nem ter sido aluno da PUC Goiás com conclusão de qualquer período do curso em que está requerendo a bolsa de estudo, com ou sem aprovação em disciplinas. Ele também não pode estar matriculado em outros cursos de graduação e/ou pós-graduação. 

Para ser beneficiado com a Bolsa de Estudo – Vestibular Social, o estudante deverá preencher a ficha socioeconômica, a ser obtida no site www.pucgoias.edu.br/sol, e comparecer à Coordenação de Assuntos Estudantis (CAE) para a entrevista socioeconômica, que será agendada na CAE.

No dia da entrevista socioeconômica o estudante deverá, também, entregar todos os documentos constantes na lista abaixo juntamente com a ficha socioeconômica.

Não se acumulam à bolsa do Vestibular Social os seguintes benefícios concedidos pela PUC Goiás: ProUni, Bolsa Monitoria, Fundo Educacional, Bolsa de Iniciação Científica, Desconto Família e Bolsa de Incentivo à Cultura, oferecida pela PUC Goiás.

O estudante bolsista do Vestibular Social poderá solicitar o trancamento de matrícula, de acordo com as normas
da PUC Goiás, somente a partir do segundo semestre de seu ingresso. Nesse caso, deverá ser solicitada à CAE a
suspensão do usufruto da bolsa. O período em que a bolsa ficar suspensa é considerado de efetiva utilização, ou seja, é
descontado do seu prazo total de utilização.

A bolsa é concedida para o prazo correspondente a duas vezes o mínimo necessário para conclusão do curso. Ou seja, um curso com duração de 4 anos, a bolsa poderá ser usada em até 8 anos.

Lista de documentos

  1. RG e CPF do candidato e, em caso de ser menor de idade, tutela ou guarda.
  2. Histórico escolar e certificado do Ensino Médio.
  3. Comprovação de bolsa integral para alunos do Ensino Médio em instituições privadas.
  4. RG e CPF do grupo familiar.
  5. Certidão de casamento ou Averbação de divórcio, para pais e responsáveis.
  6. União Estável ou Separação de Corpos, para os pais ou responsáveis que não são casados civilmente.
  7. Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (Ano vigente) para pais ou responsáveis.
  8. Caso pais ou responsáveis não declarem imposto de renda, declaração de isento.
  9. Proprietários rurais devem apresentar Imposto Territorial Rural do ano vigente e Certificado do Cadastro de Imóvel Rural.
  10. Carteira de trabalho para membros da família e candidatos com mais de 18 anos.
  11. Comprovante de renda de acordo com o vínculo apresentado.
  12. Comprovante do último mês das contas de energia, água, telefone/internet e condomínio.
  13. Comprovante de moradia. No caso de casa própria, cópia do IPTU. No caso de aluguel, cópia do contrato e dos três últimos recibos pagos.

Etapas do processo

Ser aprovado no Vestibular Social

Faça sua inscrição no processo seletivo.

Efetuar a matrícula

Sua matrícula será a única parcela integral do curso escolhido.

Entrevista socioeconômica

Benefício será garantido após comprovação do perfil.

Coordenação de Admissão Discente - CAD

(62) 3946-1058 e 1575
vestibular@pucgoias.edu.br

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

Novo Fies Logo

Novo Fies

O que é?

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior. É uma das formas de ingresso na PUC Goiás. Os estudantes matriculados em cursos superiores em instituições particulares podem recorrer a esta mobilidade de financiamento.

A seleção acontece segundo cronograma e critérios estabelecidos pelo FNDE. Os alunos poderão pleitear financiamento para custear a semestralidade. A contratação é celebrada na Caixa Econômica Federal mediante apresentação de um ou mais fiadores.

Perguntas frequentes

Está estudando e precisa de apoio financeiro para sua permanência na universidade? Então, inscreva-se no processo seletivo do, no site fies.mec.gov.br. Ao ser aprovado, se você tem débito, o Fies quita. Se não tem, a instituição reembolsa os valores já pagos neste semestre. Você pode usar sua nota do Enem a partir de 2010.

Você já pode garantir o Fies e sua vaga na PUC. Inscreva-se para as vagas do Fies no site fies.mec.gov.br. Se atender todos os critérios previstos no edital, você garante seu ingresso na PUC Goiás. Use sua nota do Enem a partir de 2010.

Agora quem tem curso superior e deseja a segunda graduação também pode contar com o Fies para voltar para a universidade. Inscreva-se para as vagas do Fies e garanta a oportunidade de ingressar em outro curso aqui na PUC. Inscrições no site fies.mec.gov.br. Você pode usar sua nota do Enem a partir de 2010.

Tem curso superior, já usou o Fies e acha que não pode contar com o financiamento para voltar à universidade? Errado! Se você usou e quitou o seu financiamento, você pode participar do processo seletivo para as vagas. Inscreva-se no site fies.mec.gov.br e garanta seu retorno. Utilize sua nota do Enem a partir de 2010.

Ministério da Educação

Coordenação de Assuntos Estudantis – CAE

(62) 3309-6163 e 6165
cae@pucgoias.edu.br

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

Prouni

O que é?

O Programa Universidade para Todos (Prouni) do Ministério da Educação oferece bolsas de estudo, integrais ou parciais (50%), para a graduação. Podem ser beneficiados estudantes de escolas públicas ou bolsistas de instituições particulares, além de pessoas com deficiência ou professores da educação básica de escolas públicas.
 
Para participar, os candidatos devem comprovar renda familiar brutal de até um salário mínimo e meio por pessoa, no caso das bolsas integrais, e renda de até três salários mínimos por pessoa para bolsas parciais.

Perguntas frequentes

É um programa do Ministério da Educação, criado pelo governo federal em 2004, que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Destinado a candidatos brasileiros sem diploma de curso superior, que tenham participado da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com no mínimo 450 pontos na média das notas e nota na redação que não seja zero.

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola.
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

O processo seletivo do Prouni tem uma única etapa de inscrição. A inscrição, gratuita, é feita exclusivamente pela internet, na página do Prouni.

O candidato pode escolher, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil.

O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Encerrado o prazo de inscrição, o sistema do Prouni classifica os estudantes de acordo com as opções e as notas obtidas no Enem. Os estudantes são pré-selecionados em apenas uma das opções de curso, observada a ordem escolhida no momento da inscrição e o limite de bolsas disponíveis.

Serão realizadas duas chamadas. A cada chamada, os candidatos pré-selecionados têm um prazo para comparecer à instituição de ensino e apresentar os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição. Para certificar-se da veracidade das informações prestadas, a instituição pode pedir ao estudante outros documentos que julgar necessários.

É permitida às instituições a realização de processo seletivo próprio dos pré-selecionados pelo Prouni. Essa informação é dada ao candidato no momento da inscrição. Nesses casos, as instituições que optarem por processo próprio de seleção devem explicar formalmente aos estudantes, no prazo máximo de 24 horas da divulgação dos resultados das chamadas, a natureza e os critérios de aprovação, os quais não podem ser mais rigorosos do que aqueles aplicados aos pré-selecionados em seus processos seletivos regulares. É vedada a cobrança de taxas para realização do processo seletivo próprio.

Ao final das duas chamadas, o candidato pode manifestar interesse em participar da lista de espera do Prouni. As bolsas eventualmente não preenchidas nas duas chamadas serão ocupadas pelos estudantes participantes da lista de espera que comprovarem as informações prestadas na ficha de inscrição.

Bolsa integral: para estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.

Bolsa parcial de 50%: para estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até três salários mínimos.

O candidato a bolsas do Prouni não precisa fazer vestibular nem estar matriculado na instituição na qual pretende se inscrever. Entretanto, é permitido às instituições participantes do programa submeter os pré-selecionados a processo seletivo específico, isento de cobrança de taxa. Essa informação será dada ao candidato no momento da inscrição.

(Fonte: MEC)

COLAP

A Comissão Local de Acompanhamento e Controle Social – COLAP  é um órgão colegiado, de natureza consultiva, instituído em cada Instituição de Ensino Superior – IES participante do PROUNI, com a finalidade de promover a articulação entre a Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social – CONAP e a comunidade acadêmica.

Competência

Conforme o art. 2º da Portaria Nº 1.132, de 02 de dezembro de 2009, compete à Comissão:

I – exercer o acompanhamento, averiguação e fiscalização da implementação do PROUNI nas Instituições de Ensino Superior (IES) participantes do Programa;
II – interagir com a comunidade acadêmica e com as organizações da sociedade civil, recebendo reclamações, denúncias, críticas e sugestões para apresentação, se for o caso, à Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do PROUNI – CONAP;
III – emitir, a cada processo seletivo, relatório de acompanhamento do PROUNI; e
IV – fornecer informações sobre o PROUNI à CONAP.

Os componentes das COLAP’s, período 06/10/2018 à 05/10/2020, podem ser identificados de acordo com as seguintes Portarias:

Portaria N. 066/2018 – GR – Sede (Goiânia)
Portaria N. 046/2019 – GR – Área 3
Portaria N. 047/2019 – GR
– Câmpus II
Portaria N. 048/2019 – GR – Área 4

1 – Local de Funcionamento: Área II, subsolo da Igreja da PUC Goiás – DICONT / Coordenação de Filantropia.

2 – Telefone: (62) 3946 1607

3 – Contato eletrônico: serra@pucgoias.edu.br

4 – Horário de Atendimento: das 07 às 12h e das 14 às 17h

Etapas do Prouni na PUC Goiás

Para participar do processo seletivo, acompanhe os editais vigentes e garanta sua vaga.

Ministério da Educação

Coordenação de Filantropia

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

probem-ovg

ProBem OVG

O que é?

Você conhece o Probem (Programa Universitário do Bem) da Organização das Voluntárias de Goiás? A PUC Goiás mantém convênio com a OVG para auxiliar os estudantes de baixa renda a ingressarem no Ensino Superior.
 
São oferecidas bolsas parciais de 50% (cinquenta por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais). Já as integrais correspondem a 100% (cem por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais).

Perguntas frequentes

O Programa Universitário do Bem (ProBem) oferece bolsas de estudos integrais e parciais para a primeira graduação em Instituições de Ensino Superior privadas ou públicas não gratuitas localizadas no Estado de Goiás, a partir de um incentivo da OVG.

Bolsas parciais correspondem à 50% (cinquenta por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais).

Bolsas integrais correspondem a 100% (cem por cento) do valor da mensalidade limitados a R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais). 

As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia terão seus limites maiores, R$ 2.900,00 (dois mil e novecentos reais) para parciais e R$ 5.800,00 (cinco mil e oitocentos reais) para integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos outros cursos.

Os critérios para conseguir a bolsa são:

  • Morar no estado de Goiás
  • Estar inscrito no Cadastro Único
  • Estar matriculado em curso de graduação presencial em instituição de ensino superior cadastrada. As aulas on-line em virtude da pandemia não são consideradas ensino à distância (EAD)
  • Não frequentar curso superior à distância, semipresencial ou EAD
  • Não ter condições financeiras, ou seja, que se encontra em situação de vulnerabilidade atestado pelo indicador multidimensional de pobreza
  • Estar cursando a primeira graduação

A seleção dos candidatos é realizada a partir de análise multidimensional da pobreza. Para tanto será utilizado o Índice Multidimensional de Carências das Famílias Ampliado (IMCF-A), construído com base nas diversas vulnerabilidades das famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Os candidatos serão classificados em ordem decrescente, conforme valor do índice.

Central de relacionamento ProBem

0800-062-9413
www.ovg.org.br/probem

*Consulte prazos e horários de atendimento no site da OVG.

Coordenação de Assuntos Estudantis – CAE

(62) 3309-6163 e 6165
cae@pucgoias.edu.br

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

Bolsa Empresarial

Bolsa Empresarial

O que é?

Conforme Lei nº 9.249/95, empresas legalmente constituídas poderão fazer doações a instituições de Utilidade Pública Federal, como a PUC Goiás, que poderão ser deduzidas no Imposto de Renda e convertidas pela universidade em bolsas, totais ou parciais, no Programa de Bolsas de Estudo criado pela PUC. O valor da doação é registrado diretamente no cadastro do estudante beneficiado.

Perguntas frequentes

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi fermentum diam eget sapien feugiat blandit. Maecenas sit amet metus feugiat nibh dictum mattis. Suspendisse a turpis in sapien pulvinar interdum non in ex. Nam vel velit quam. Donec nec molestie tortor. Aenean bibendum ornare libero, gravida laoreet nisl sollicitudin vel.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi fermentum diam eget sapien feugiat blandit. Maecenas sit amet metus feugiat nibh dictum mattis. Suspendisse a turpis in sapien pulvinar interdum non in ex. Nam vel velit quam. Donec nec molestie tortor. Aenean bibendum ornare libero, gravida laoreet nisl sollicitudin vel.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi fermentum diam eget sapien feugiat blandit. Maecenas sit amet metus feugiat nibh dictum mattis. Suspendisse a turpis in sapien pulvinar interdum non in ex. Nam vel velit quam. Donec nec molestie tortor. Aenean bibendum ornare libero, gravida laoreet nisl sollicitudin vel.

Divisão Financeira - DIF

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

(62) 3946-1637 ou 3946-1687
processamentofinanceiro@pucgoias.edu.br

pode-puc

Pode PUC

O que é?

Nós queremos que você possa concluir sua graduação na PUC Goiás e sabemos que nem sempre é fácil cumprir as obrigações financeiras. O PODE PUC (Programa de Desenvolvimento Estudantil) foi criado pela universidade para garantir o parcelamento estendido das mensalidades.

O aluno paga 50% da mensalidade durante o curso e 50% depois de formado. E não precisa fiador. Deve ser paga taxa de avaliação cadastral, no valor correspondente a uma mensalidade, se houver aprovação do pedido.

Perguntas frequentes

O estudante com cadastro aprovado, segundo regras previstas no regulamento e disponibilidade orçamentária da universidade, terá 50% das mensalidades programadas para pagamento futuro, para após o término normal do curso. As parcelas futuras não terão a incidência de juros, salvo se pagas em atraso.

No ato de aprovação do cadastro, válido para todo o curso, e assinatura do contrato, o estudante deverá pagar uma taxa de avaliação cadastral correspondente ao valor de uma mensalidade, que é destinada à Educa Mais Brasil Tecnologia Educacional Ltda., parceira da universidade, conforme previsto no artigo 14 do regulamento do programa. Essa taxa pode ser parcelada em até 6 vezes. É a única despesa adicional que o estudante terá com o programa de parcelamento, desde que se mantenha adimplente até o pagamento total do curso (exceto Agronomia, Medicina e Medicina Veterinária).

  1. Estar matriculado em um dos cursos de graduação (exceto Agronomia, Medicina e Medicina Veterinária) ou pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado) da PUC Goiás
  2. Possuir renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.
  3. Possuir patrimônio compatível com a renda familiar e ou individual apresentada e documentalmente comprovada.
  4. Demonstrar o comprometimento da renda mensal familiar com o pagamento integral da mensalidade da PUC Goiás.
  5. Não possuir qualquer outro benefício ou financiamento público ou privado.
  • Estudantes evadidos dos cursos de graduação, exceto Agronomia, Medicina e Medicina Veterinária.
  • Estudantes ingressantes dos cursos de graduação (exceto Agronomia, Medicina e Medicina Veterinária) e pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado).
  • Estudantes veteranos dos cursos de graduação (exceto Agronomia, Medicina e Medicina Veterináriaa) e pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado).

Não. Primeiro é preciso negociar os débitos pendentes. A PUC Goiás oferece boas condições de negociação para os candidatos ao PODE PUC.

Regulamento

Lembre-se que a leitura do Regulamento é necessária para um melhor entendimento do Programa de Desenvolvimento Estudantil, o PODE PUC.

Setor de Crédito Estudantil

(62) 3946-1606
sce@pucgoias.edu.br

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

CredIES PUC Goiás

O que é?

Esta modalidade é uma parceria da PUC Goiás com a Fundacred com o objetivo de facilitar o acesso ao ensino superior. O estudante aprovado paga apenas 50% do valor da mensalidade durante o período em que cursa, sendo que o restante é financiado para pagamento após a conclusão da graduação.

Perguntas frequentes

O candidato ao crédito deverá preencher um formulário de inscrição no endereço
eletrônico http://portal.fundacred.org.br, realizar o upload dos documentos indicados, de
forma legível, e clicar em “Concluir”, para que a inscrição seja considerada válida e completa.

Após a pré-aprovação da inscrição pela Fundacred, o (a) candidato (a) será informado pela
Coordenação de Assuntos Estudantis (CAE) da PUC Goiás por e-mail, em até 5 (cinco) dias úteis, com
relação aos procedimentos necessários à realização da entrevista socioeconômica (remota), condição
necessária para a aprovação final da solicitação de crédito.

O financiamento é destinado para todos os cursos presenciais de graduação, com exceção da Medicina e da Odontologia. 

Fundacred

4007-2302

 (Capitais e e regiões metropolitanas)

0800-002-2302

 (Demais cidades)

Coordenação de Assuntos Estudantis – CAE

(62) 3309-6163 e 6165
cae@pucgoias.edu.br

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

Legal, quero me inscrever!

Bolsas Acadêmicas

Incentivo para que nossos estudantes possam se dedicar à pesquisa e à vida acadêmica. Acompanhe os editais para os benefícios. 

A monitoria é um processo acadêmico-educativo, cujas atividades são realizadas de forma conjunta entre professor e aluno. Os alunos são selecionados pelos departamentos de cada curso e recebem bolsa da 2ª a 6ª parcela. Fique atento a divulgação de novos editais no Sol ou no site da sua Escola, acesse www.pucgoias.edu.br/escolas.

A PUC Goiás disponibiliza, anualmente, 110 vagas para estudantes devidamente matriculados na graduação que queiram participar de Projetos de Pesquisa. O estudante recebe bolsa de R$ 211,68 da 2ª a 6ª parcela. As inscrições são realizadas no mês de março via Portal da Pesquisa PUC Goiás, clique aqui.

Informações

Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa – Prope
Telefones: (62) 3946-1073 ou (62) 3946-1431.
E-mail: pesquisa@pucgoias.edu.br

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) compreende a realização de projetos de pesquisa por alunos (as) de graduação com apoio de um professor orientador.

Informações

Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa – Prope
Telefones: (62) 3946-1073 ou (62) 3946-1431.
E-mail: pesquisa@pucgoias.edu.br

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Inovação Tecnológica e Inovação PIBITI, regulamentado pela RN 017/2006 – CNPq, é um programa de distribuição de bolsas do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) e tem por objetivo estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação. O processo de avaliação contempla os solicitantes com maior pontuação, independente de seu Centro de Ensino de origem.

Informações

Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa – Prope
Telefones: (62) 3946-1073 ou (62) 3946-1431.
E-mail: pesquisa@pucgoias.edu.br

Destinada ao incentivo e participação dos alunos pela prática artística e cultural (dança, teatro e coral, fotografia, cinema, arte aplicada, pintura e desenho) da 2ª a 6ª parcela.

Informações

Coordenação de Arte e Cultura (CAC)
Telefone: (62) 3946-1620
E-mail: cac@pucgoias.edu.br

Nossos parceiros

Pravaler

Faça faculdade pagando menos por mês com o Pravaler.

CredIES Fundacred

Como CredIES da Fundacred, você só começa a pagar o saldo do valor das mensalidades depois de formado.

Santander Bolsas

Para você que busca uma nova direção de carreira e quer melhorar as suas habilidades profissionais.

Notícias

Bolsas e Financiamentos