Colégio Santa Clara inicia comemoração jubilar

Da missão de quatro irmãs franciscanas vindas do interior da Alemanha para a então Campininha, em 1921, nasceu o legado do Colégio Santa Clara, hoje um dos mais tradicionais de toda a região Centro-Oeste brasileira. Para iniciar as comemorações de seu centenário, comemorado em 2022, a instituição e entidades parceiras, como a PUC Goiás, celebraram neste sábado, 17 de outubro, a primeira missa em Ação de Graças ao triênio jubilar do colégio, na Matriz de Campinas.

Presidida pelo padre Marco Aurélio Martins da Silva, a celebração contou com a participação de poucos funcionários, professores, egressos e autoridades, devido ao distanciamento social. A celebração foi transmitida ao vivo pela internet, no canal do colégio no YouTube, para que o público pudesse acompanhar.

Reitor da PUC Goiás, outra aniversariante, o professor Wolmir Amado fez questão de mostrar respeito pela história e memória do colégio. “Fico muito feliz. São dois aniversariantes somando da mesma alegria. Agradecemos o pioneirismo dessas irmãs tão generosas”, frisou.

Diretora adjunta do colégio, a professora Simone Aparecida Soares comemorou a celebração também como um importante momento de reencontro entre a equipe do colégio, que opera a distância nesse momento. “O colégio teve que se reinventar e esse reencontro vem com muita alegria. O coração fica jubiloso mesmo. São muitas histórias, memórias, tantas vidas marcadas”, lembrou.

As celebrações e ações jubilares seguem, agora, até janeiro de 2022, quando o Colégio Santa Clara completa seus cem anos em atividade. Encontros, missas, ações educativas e eventos em resgate à história do colégio devem marcar as comemorações até lá.

Site em fase de migração. Para acessar páginas antigas,   clique aqui