Letras

Conceito Capes:

4

Duração:

24 e 48 meses

Modalidade:

Mestrado e Doutorado

Sobre o Programa

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras: Literatura e Crítica Literária, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (Mestrado Acadêmico – PPGLET – PUC Goiás) teve início de suas atividades em março de 2006. A proposta foi encaminhada à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação (MEC) no ano de 2005. Foi homologado pelo CNE (Portaria MEC 524), publicada no DOU em 30 de abril de 2008, embasada no Parecer do CES/CNE 33/2008, aprovado em 29 de abril de 2008, que reconheceu o Programa de Mestrado em Letras da PUC Goiás. Foi reconhecido pela CAPES com Conceito 3 e homologado pelo CNE (Portaria MEC 524), DOU 30/4/2008 e Parecer CES/CNE 33/2008 de 29/4/2008. O PPGLET está inserido na área de avaliação Letras e Linguística e foi criado a partir da área de concentração em Literatura e Crítica Literária que permite o diálogo com outros cursos acadêmicos e artísticos de áreas afins.

A PUC Goiás, como promotora do saber, apostou no PPGLET como espaço de ensino stricto sensu capaz de integrar e de ampliar as habilidades e competências de leitura crítica por meio da literatura, das artes e da interface entre diferentes áreas do conhecimento, contribuindo para qualificação e formação crítica dos profissionais da área. Uma das propostas da instituição foi a diminuição das assimetrias regionais na área do conhecimento das letras. Desse modo, o Programa Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras se insere no âmbito do projeto de expansão acadêmico-científico da PUC Goiás que se compromete e investe na qualidade de ensino na região Centro-Oeste e nas regiões circunvizinhas do Norte e Nordeste, bem como, na propagação de seus produtos e resultados de pesquisas no Brasil e no mundo. Assim, o Programa, com o apoio institucional, investe nas atividades de ensino, pesquisa e extensão regionais, nacionais e de internacionalização. O Mestrado em Letras conta, desse modo, com o apoio irrestrito da administração superior da PUC Goiás que, juntamente com o colegiado, não poupa esforços para a manutenção e o fortalecimento do PPGLET, como PPG estratégico, principalmente, para a região e para a área de conhecimento na qual ele se insere, reverberando esses saberes para o Brasil e para outros países.

A proposta demonstra o empenho, o compromisso contínuo e a busca do amadurecimento do corpo docente e do próprio Programa Stricto Sensu que considera a necessária flexibilização dos métodos de análise crítica, aliados ao perfil do curso e à consolidação de novas propostas, concernentes às teorias, às abordagens críticas e às mudanças sociais que permitem aproximar as pesquisas e a realidade, favorecendo sua melhor inserção no contexto social.

O Programa, desde a sua fundação, buscou sintonia com as políticas de verticalização do ensino, da pesquisa e extensão adotadas na PUC Goiás, com vistas à excelência nas suas dimensões internas, preparando seus quadros e instalações externas, pela inserção social e diálogo paritário com outras IES. O Mestrado em Letras da PUC Goiás cumpre seus desígnios no sentido de qualificar e acompanhar os seus egressos, sem se distanciar da missão principal de perseguir a excelência no que tange à pesquisa acadêmica, o que seguramente tem gerado impactos positivos dentro de todo o Estado de Goiás,  nas regiões  atendidas: centro-oeste,  norte e nordeste.

Em 2018 passou-se a investir na integração entre disciplinas e projetos, para que o Programa ganhasse organicidade. Uma nova proposta de projeto político pedagógico foi aprovada e entrou em andamento. As linhas,  embora, com alguma mudança de  designações,  não  perderam  o foco da proposta anterior: Correntes Críticas Modernas e Contemporâneas e Crítica Literária, Tradução e Transcriação.

No quadriênio (2017-2020), o Programa recebeu nota 4 na avaliação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação vinculada ao Ministério da Educação do Brasil.

Áreas de Concentração

A ÁREA DE CONCENTRAÇÃO Literatura e Crítica Literária responde por investigações e estudos curriculares centrada na crítica e abordagens literárias, adotando métodos teóricos para análise e interpretação da Literatura local, nacional e universal, em sua interrelação com o ensino, as teorias críticas e as práticas estéticas.

Integridade Acadêmica

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da PUC Goiás tem por objetivo incentivar a pesquisa e a produção científica na crítica literária, com ênfase nas correntes críticas modernas e contemporâneas, na literatura e na tradução, proporcionando, ao egresso, a compreensão da linguagem artística em sua, riqueza e multiplicidade de leituras críticas, no âmbito das Universidades do Estado de Goiás e regiões de sua abrangência, partindo da comunidade local para o espaço regional, na sua interlocução com o nacional e com internacional, levando-se em conta as características sócio-histórico-econômicas e culturais.

ESPECÍFICOS:

  • habilitar profissionais em Letras capazes de estabelecer interconexões entre as teorias estéticas, as teorias e abordagens críticas, as estéticas e literaturas comparadas, nas perspectivas da modernidade, da pós-modernidade e da contemporaneidade;
  • instruir profissionais em Letras capazes de traduzir textos literários a partir das noções de transcriação e de adaptação, com o propósito de enxergar o texto artístico como produto de criação coletiva, multicultural, inter e translingual, entre artes e entre sistemas intersemióticos;
  • preparar profissionais pós-graduados em Letras nas áreas de concentração em Literatura e Crítica Literária, com habilidades e competências no ensino de literatura, relacionado à leitura crítica do objeto artístico literário, bem como nas relações entre as artes e outras formas de conhecimento, nas perspectivas do efeito estético, da recepção textual, a partir das novas modalidades artísticas e das novas tecnologias midiáticas;
  • aperfeiçoar pessoal nos níveis de pós-graduação stricto sensu, elevando a sua condição de desempenho e competência, tanto para a docência em suas diversas fases, quanto para a realização de pesquisa científica na área de Letras;
  • colaborar para a elevação da competência científica, de análise literária crítica e acadêmica da universidade e do Estado, da comunidade local, regional e de regiões circunvizinhas, a partir das características sócio-histórico-econômicas e culturais próprias;
  • estimular e desenvolver atividades de pesquisa de crítica literária, fundamentadas nas teorias e métodos de estudo e análise crítica, considerando as produções literárias com finalidades de ensino, de pesquisa científica, tendo em vista a produção, ampliação e difusão de conhecimentos, da inteligência crítica em termos de teoria, de crítica literária e de traduções, visando ao bem comum e ao desenvolvimento da humanidade;
  • manter relações acadêmicas e científicas com os cursos oferecidos pela EFPH, com programas da PUC Goiás e por outras instituições de ensino superior, brasileiras e estrangeiras;
  • cooperar para a melhoria da qualidade da ação comunitária, do ensino básico, da educação profissional e, especialmente, dos cursos de graduação, em consonância com as políticas nacionais para esse nível formativo;
  • estimular o desenvolvimento de pesquisas inovadoras na área de concentração do PPGMLET, que tratem do uso das novas tecnologias midiáticas e do pensamento crítico da contemporaneidade em seus aspectos artísticos e político-econômico-social;
  • acolher e estimular o desenvolvimento de projetos em Estágio de Pós-doutorado;
  • contribuir para o avanço do conhecimento relativo a Estudos Literários e à Crítica Literária, nos estados de Goiás, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso, Bahia, Pará, demais estados e regiões;
  • contribuir para ampliar a visão do leitor crítico, a partir da leitura de textos literários, com foco no imaginário poético, na memória literária, na estética da recepção e no efeito estético;
  • capacitar professores para seu desempenho qualificado no ensino de graduação e da pós-graduação em Literatura e Crítica Literária.
  • tornar o mestrando apto para a leitura crítica do texto artístico-literário comparativamente com outras artes e outras áreas do conhecimento, com vistas à formação de novos leitores criativos, livres e reflexivos;
  • preparar estudantes-pesquisadores para doutoramento na área e áreas afins;
  • habilitar pesquisadores capazes de desenvolver trabalhos científicos que contribuam para o desenvolvimento das letras no campo da Literatura e da Crítica Literária;
  • promover a integração da Universidade com a sociedade, incentivando a realização de pesquisas na área de Letras, abordando diferentes sistemas de linguagens;
  • Inter-relacionar as pesquisas do programa com o estudo da literatura dos povos que falam a língua portuguesa, e dos latino-americanos de fronteira com o Brasil.

Estrutura Curricular

Integralização: 660 horas / 44 créditos, assim distribuídos:

1 – Disciplinas obrigatórias: Total: 6 créditos

Teorias Críticas – 4cr.

Metodologia da Pesquisa em Estudos de Crítica Literária – 2 cr.

2 – Disciplinas Optativas: Total: 8 créditos – divididos em:

2.1. Disciplinas Específicas: Total: 3 créditos

  • 1 x 3 créditos em disciplinas obrigatórias por linha.

2.2. Tópicos Especiais: Total: 4 créditos

  • 2 x 2 créditos em disciplinas optativas.

2.3. Estudos Especiais: Total: 1 crédito

  • 1 crédito de disciplina: Seminários Avançados

3 – Atividades complementares: Total: 3 créditos         

  • 3 créditos em outras atividades e seminário de dissertação
ATIVIDADES COMPLEMENTARES
Os 03 (três) créditos / 45 horas de Atividades Complementares em produção científica (Mestrado) são integralizados, conforme critérios definidos nas alíneas dos incisos de I a VIII:

 

I – Certificado de palestra proferida em evento científico-cultural:

a) regional (2 horas),

b) nacional (5 horas),

c) internacional (15 horas).

II – Certificado de comunicação em evento científico:

a) regional (2 horas),

b) nacional (4 horas),

c) internacional (8 horas).

III – Publicação de livro com produção crítico-literária como:

a) autor (10h),

b) organizador (5h).

IV – Publicação de livro com produção de natureza artística:

a) autor (10h),

b) co-autor (5h).

V – Publicação:

a) capítulo de livro (5h),

b) artigo científico em revista qualis (10h),

c) resenha em revista qualis (2h),

d) texto de opinião artística em jornais, revistas e veículos análogos (2h).

VI – Participação:

a) em organização de evento acadêmico (2h),

b) de comissão julgadora (2h),

c) de orientação de trabalho de conclusão de curso e plano de estudo de Iniciação Científica (4h),

d) como ouvinte em banca de defesa de dissertação de mestrado e tese de doutorado (1h),

e) em cursos e mini-cursos (2h).

VII – Certificado de desenvolvimento de:

a) workshop (4h),

b) oficina (4h),

c) minicurso (4h).

VIII – Apresentação Seminário de Dissertação promovido pelo Programa (15h).

4 – Elaboração e defesa de dissertação: Total: 27 créditos

  • 4 créditos de orientação de dissertação.
  • 23 créditos de elaboração e defesa de dissertação.

Linhas de pesquisa 

LINHAS DE PESQUISA

AS LINHAS DE PESQUISA são compostas por pesquisas que versam sobre os estudos e os procedimentos de abordagens teóricas e críticas a respeito da obra de arte literária, nos seus aspectos específicos, imanente, em suas relações com outras artes e com outras áreas do conhecimento.

1- CORRENTES CRÍTICAS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS

Esta linha de pesquisa acolhe projetos que abordam saberes e procedimentos de abordagens críticas modernas e contemporâneas, em suas relações com as teorias clássicas. Compreende-se o moderno como o lugar da consciência da tradição, da ruptura, da autorreflexividade, a produção mimética e da interrogação sobre a linguagem nos procedimentos criativos. Entende-se o contemporâneo como espaço de teorias críticas que considera as mutações estéticas, com ênfase no processo de desconstrução do fenômeno artístico, no jogo de dissimulação/simulação do objeto criativo, na desmaterialização e na virtualização do real, nas conexões e interconexões das artes e na indeterminação da obra de arte. A Linha de Pesquisa integra investigações que lançam novos olhares teóricos acerca de origens, memórias, imaginário, combinações, processos de hibridação, tecnologias midiáticas, teorias da arte e do gosto estético na sociedade do consumo e do espetáculo, relações entre arte, sedução e virtualidade e de diversidade em produções artísticas e culturais, nas dimensões teóricas e críticas.

Integrantes da Linha de Pesquisa:

Profa. Dra. Elizete Albina Ferreira

Prof. Dr. Gilberto Mendonça Teles

Profa. Dra. Maria Aparecida Rodrigues

Profa. Dra. Maria de Fátima Gonçalves Lima

Prof. Dr. Paulo Antônio Vieira Junior

2 – CRÍTICA LITERÁRIA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO

Esta linha de pesquisa acolhe projetos que estudam e praticam saberes e procedimentos voltados para o ensino, a crítica e teorias tanto sobre transcriação quanto sobre tradução literária e análise das relações entre literatura nacional e literatura estrangeira traduzida integralmente ou adaptada. Em um enfoque transdisciplinar, estuda os diferentes sistemas de significação e de relações intersemióticas (literatura, cinema, teatro, música, pintura, escultura, arquitetura, fotografia, artes plásticas e publicidade).

Integrantes da Linha de Pesquisa:

Prof. Dr. Átila Silva Arruda Teixeira

Prof. Dr. Divino José Pinto

Profa. Dra. Custódia Anunziata Spenciere de Oliveira

Profa. Dra. Lacy Guaraciaba Machado

Profa. Dra. Maria da Luz dos Santos Ramos

Prof. Dr. Rogério Pereira Borges

Grupos de Pesquisa

Abaixo os grupos de Pesquisa liderados por professores do MLET. No entanto, os docentes do MLET também participam de outros grupos de pesquisa, ligados a outras instituições. Caso seja de interesse conhecer, acessar o lattes do professor ou o diretório DGP do CNPq.

GRUPOS DE PESQUISA VINCULADO AO CNPq:

O corpo docente participa de núcleos de pesquisa do CNPQ e da PUC Goiás. Esta ferramenta contribui para que os egressos sejam melhor acompanhados. Possibilita, ainda, a publicação de trabalhos acadêmicos em conjunto. Segue-se a lista dos professores e núcleos em funcionamento:

  1. ESTUDOS DA LITERATURA : Linha de Pesquisa: Correntes Críticas Modernase Contemporâneas  Coordenado por Maria Aparecida Rodrigues e Maria de Fátima Gonçalves Lima, desde 2004. Nome do grupo: ESTUDOS DA LITERATURA,Líder(es) do grupo: Líder: Maria Aparecida Rodrigues – Vice-Líder: Maria de Fátima Gonçalves Lima Área predominante: Linguística, Letras e Artes; Letras, Repercussões dos trabalhos do grupo Estudo de questões das diversas correntes de teoria, crítica e historiografia da literatura, com o objetivo de compreender as categorias e os problemas específicos relativos aos gêneros e discursos literários. As pesquisas tratam da poética (ou teoria literária) e da crítica (valorização da literatura) sob as várias perspectivas ligadas às diversas abordagens teóricas e críticas de análise literária. Enquanto crítica, a teoria poderá ser tanto disciplina auxiliar de relevante importância, como fundamento primeiro de todo o processo de definição e caracterização da obra de arte literária. Uma das particularidades do estudo são as abordagens teóricas da fenomenologia, da hermenêutica, da análise do discurso, da semiótica, da historiografia aplicadas à literatura, com o propósito de fornecer um instrumento de análise crítica para acadêmicos de Iniciação Científica e para mestrando e doutorando sem Letras e áreas afins. As pesquisas não se limitam a uma época, a um estilo, a uma forma, quer, antes, abarcar o conjunto de possibilidades que faz jus à própria essência da arte literária. Pesquisadores: Antônio Donizeti da Cruz (UNIOESTE) ErisAntônio Oliveira, Maria Aparecida Rodrigues- (líder) Maria de Fatima Gonçalves Lima – (líder), Gilberto Mendonça Teles lêdo de Oliveira Paes, Paulo Petronilio Correia (UnB);

2.POÉTICAS DO IMAGINÁRIO E MEMÓRIA ESTUDOS: coordenado por Antônio Donizeti da Cruz e Maria de Fátima Gonçalves Lima/ Linha de Pesquisa/ poética do imaginário e memória/Ano de formação: 2012 Líder(es) do grupo: Antônio Donizeti da Cruz e Maria de Fatima Gonçalves Lima. Área predominante: Linguística, Letras e Artes; Letras. Instituição: Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE / PUC Goiás Repercussões dos trabalhos do grupo/ Grupo de pesquisa Poéticas do Imaginário e Memória tem por objetivo desenvolver um espaço de pesquisa, estudos, circulação e intercâmbios tendo em vista temas interligados ao universo imaginário, à poética, à memória e à cultura. Objetiva-se estudar a literatura, o imaginário e a memória em obras líricas e narrativas confessionais ou intimistas, e textos artísticos e literários, com base na abordagem sociológica, fenomenológica, na mitocrítica, semiótica, hermenêutica, cultural, histórica, mítica e na teoria do imaginário e nos estudos da memória, e outras, bem como investigar as dimensões simbólicas, arquetípicas e míticas em diferentes gêneros textuais, a partir dos fundamentos mítico-sociais e das dimensões simbólicas, arquetípicas e míticas relacionadas aos textos literários. O grupo visa pesquisar, a partir das reflexões do imaginário e da memória, a compreensão do imaginário de um autor, de uma dada cultura, de uma época, tendo como base a literatura, o aspecto social, as construções do imaginário e a memória. Busca-se desenvolver atividades de pesquisa com vistas aos projetos de pesquisa em âmbito nacional e internacional, participação efetiva em congressos, simpósios em eventos no país e exterior, bem como vincular as pesquisas e estudos em rede, ou seja, no diálogo com professores da rede de ensino fundamental e médio e de universidades, orientação de estágios de formação, iniciações científicas, dissertações de mestrado e teses de doutorado, uma vez que pretende-se oferecer um espaço de reflexão do conteúdo temático sobre imaginário, literatura e memória, tanto aos alunos da pós-graduação, da graduação e interessados no tema a ser pesquisado. A divulgação dos resultados parciais e finais do grupo serão efetivadas mediante a participação dos componentes em congressos, simpósios, na forma de comunicações e/ou palestras, reflexões derivadas das investigações. Pesquisadores: Alexandra Santos Pinheiro, Alexandre Sebastião Ferrari Soares,Alzira Fabiana de Chisto, Antônio Donizeti da Cruz, Beatriz Helena Dal Molin, CleiserSchenattoLangaro, Daura Del Vigna Galvão, Débora Racy Soares, Denise Scolari Vieira, Denise Scolari Vieira, Dhandara Soares de Lima, Eliamar Xavier de Oliveira, Ellen Mariany da Silva Dia, Gilmei Francisco Fleck, Helena Maria Medina Marques, José Carlos Aissa, Lourdes Kaminski Alves, Luciana, Luísa Cristina dos Santos Fontes, Maria Aparecida Rodrigues, Maria Aparecida Rodrigues, Martinha Afonso Padoin, Nelza Mara Pallú, Paulo Cezar Konzen, Regina Coeli Machado e Silva, Rita das Graças Felix Fortes, Rosana Salete Piccininn, Roselene de Fatima Coito, Sérgio Roberto Massagi, Stéphanie Soares Girão, Sueli Aparecida da Costa Tomazini, Taísa Carvalho, Wagner de Souza, Ximena Antônia Diaz Merino.

3. CRÍTICA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO

Grupo de pesquisa em que predominam os estudos e a prática da tradução, em seus níveis: interlingual, intralingual e intersemiótico, com objetivos voltados para a crítica de Literatura e outras modalidades artísticas e/ou Literatura e traduções transcriativas. O grupo, criado em 2019, tem interação institucional, conta com a participação de discentes da graduação (TCC e IC) e pós-graduandos. Área Predominante: 8.02 – Letras. Área Secundária: 8.03 – Artes. Unidade em que se insere: EFPH – Escola de Formação de Professores e Humanidades.

O Grupo de pesquisa que acolhe projetos e ações ligados à língua, em suas relações e afetações múltiplas e interativas, especialmente aquelas em que predominam os estudos e a prática da tradução, em suas modalidades: interlingual, intralingual e intersemiótica, com objetivos voltados para a crítica de Literatura, da tradução e da própria crítica como formas autônomas de linguagens. Desse modo, este grupo está aberto ao diálogo e à prática estética como olhar sobre as obras artísticas em geral, tomando a Literatura como ponto de partida, considerando a traduções como um fazer fundamentalmente crítico e a crítica, ou mesmo toda a criação artístico-literária como um procedimento tradutório em suas mais várias formas de manifestações, como ocorre em seus movimentos transcriativos. A este grupo está filiada a Linha de Pesquisa: Crítica Literária, Tradução e Transcriação, que vem se consolidando e tomando corpo, uma vez que se encontra em plena atividade no âmbito do PPGLET, com quatro pesquisadores internos efetivos, com um bom número de pesquisadores de Iniciação Científica, todos estabelecendo relações estreitas com os princípios do Grupo. Este Grupo de Pesquisa também possui relações e aproximações com outros Grupos de outras IES, em nível regional, Universidade Estadual de Goiás – POSLII –, nacional, Universidade Estadual de Feira de Santana-BA, Projeto da Teoria dos afetos e dimensões ontológicas, dentre outros.

GRUPOS DE TRABALHOS (GTs), DE ESTUDOS E REDE DE PESQUISA

GRUPOS DE TRABALHOS E DE ESTUDO

1. Teoria do Texto Poético – GT

O GT de Teoria do Texto Poético se caracteriza por ser um dos mais antigos da ANPOLL, tendo sido formado logo após a criação dessa entidade. A sua primeira reunião para apresentação de trabalhos ocorreu durante o II Encontro Nacional da ANPOLL, realizado no Rio de Janeiro, em 1989. Desde então, o GT de TTP participou de todos os encontros nacionais da Associação. Membros associados: Adalberto Luís Vicente (UNESP – Araraquara), Alexandre Bonafim Felizardo (UEG), Antônio Donizeti da Cruz (Unioeste), Antônio Donizeti Pires (UNESP – Araraquara), Célia Maria Domingues da Rocha Reis (UFMT), Celina Maria Moreira de Mello (UFRJ), Cristina Henrique da Costa (UNICAMP), Cristiano Augusto da Silva Jutgla (UESC), Danilo Barcelos (UNIMONTES), Elaine Cristina Cintra (UFU), Fabiane Renata Borsato (UNESP – Araraquara), Fernando Fábio Fiorese Furtado (UFJF), Ida Maria Santos Ferreira Alves (UFF), Ilca Vieira de Oliveira (UNIMONTES), Joelma Santana Siqueira (UFV), Kelcilene Grácia-Rodrigues (UFMS – Três Lagoas), Marcelo Ferraz de Paula (UFG), Maria Aparecida Junqueira (PUC-SP), Maria de Fátima Gonçalves Lima (PUC-GO, desde 2006), Nismária Alves David (UEG), Paulo César Andrade da Silva (UNESP – Assis), Paulo E. A. Franchetti (UNICAMP), Pedro Marques (UNIFESP), Raquel Beatriz Junqueira Guimarães (PUC-MINAS / FAJE), Rodrigo Garcia Barbosa (UFLA), Solange Fiuza Yokozawa (UFG), Susana Souto Silva (UFAL), Vinícius Carvalho Pereira (UFMT) e Wilberth Claython Ferreira Salgueiro (UFES).

2. Estéticas Modernas e Contemporâneas – GT

O GT é coordenado pela docente Maria Aparecida Rodrigues (PUC Goiás), criado em 2014. Objetiva estudar as teorias e as obras de artes modernas e contemporâneas, com ênfase nas obras do final do século XX e do século XXI. O grupo congrega pesquisadores da PUC Goiás, de IEs do Estado de Goiás, do Brasil e do mundo. Integra, também, estudiosos das Secretarias Estaduais e Municipais do Estado de Goiás. Pesquisadores participantes: Acir Dias da Silva (UNIOESTE), Paulo Petronílio Correia (UnB), José Alcides (USP), Gilson Vedoin (UEMs), Lucilo Antônio Rodrigues (UEMS), Norival Bottos Jr. (UEMS), Vitor Perilo Vitoy (PUC Goiás e egresso do PPGLET), Helen Suely Amorim (PUC Goiás e egressa do PPGLET), Sara de Castro (PUC Goiás e egressa do PPGLET), Divina Pinto (aposentada da graduação) Lilibeth Zambrano (Facultad de Humanidades de la Universidad de Los Andes em Mérida – Venezuela), María Ángeles (Universidade de Salamanca – Espanha), Elizete Albina Ferreira (PUC Goiás), Éris Antônio Oliveira (PUC Goiás – aposentado), Maria Eneida (IEF/Brasília), Eduardo Sugizaki (PUC Goiás) e os egressos do PPGLET: Mário Carlos Nogueira, Angélica Maria Alves

Vasconcelos, Daniel Moreira Tavares, Leicina Alves Xavier Pires, Rosimeire Soares da Silva, Adriana Ataíde de Oliveira e Cecília Honória dos Santos Pereira; discentes de graduação IC: Luciano Martins da Conceição, Lorena Cândido Bahia, Pedro Cascalho; e discentes orientandos: Léo Prudêncio, Almir Franco Júnior, Edna Gomes de Sousa Leão. No GT, participam acadêmicos de Letras e discentes do PPGLET. O grupo organiza anualmente 1 Colóquio, que recebe o nome do GT, e trata de temas trabalhados pela equipe durante o ano. O Colóquio de 2019 foi a sua VI edição. Os resultados das pesquisas são transformados em artigos, capítulos de livros, coletâneas e livros. Em 2018, criou-se um subgrupo denominado “Poéticas do Hipermoderno”. O objetivo foi centrar os estudos nas teorias críticas e obras da literatura, outras artes e áreas afins, com o propósito de produzir material teórico e de análise sobre a hipermodernidade. Com isso, cumprir o seu papel de inovação teórica e crítica para os profissionais de ensino de literatura, das artes e dos estudiosos sobre as produções transestéticas. Em 2020, foram publicados 2 livros: um em coautoria com pesquisador de outra IES: Cinema e Hipermodernidade, Ed. Mercado das Letras; e outro em coautoria com Silvia Nascimento, uma egressa do Programa: relacionado ao Trágico em Nélida Piñon, pela Kelps; além de um artigo, publicado na Revista Guará, sobre a modernidade da obra de Clarice Lispector.

3. Grupo de Estudos – Poéticas do Imaginário e Memória

O grupo de pesquisa Poéticas do imaginário e memória, COORDENADO PELA PROF. MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES LIMA E ANTÔNIO DONIZETI CRUZ, tem por objetivo desenvolver um espaço de pesquisa, reflexão, estudos, circulação e intercâmbios, tendo em vista temas interligados ao universo imaginário, à poética, à memória e à cultura. Visa-se integrar pesquisadores vinculados às pesquisas sobre imaginário, literatura, poesia, narrativa. O grupo de pesquisa objetiva estudar a literatura, o imaginário e a memória em obras poéticas e narrativas, com base na fundamentação sociológica, cultural e mítica, bem como investigar as dimensões simbólicas, arquetípicas e míticas em diferentes gêneros textuais, a partir dos fundamentos mítico-sociais e das dimensões simbólicas, arquetípicas e míticas relacionadas aos textos literários, tendo em vista a abordagem da literatura, do imaginário e da memória. O grupo buscará desenvolver atividades de pesquisa com vistas às atividades em projetos de pesquisa em âmbito nacional e internacional, realizações e participação efetiva em seminários, congressos, simpósios em eventos no país e exterior, bem como vincular as pesquisas e estudos em rede, ou seja, no diálogo com professores da rede de ensino fundamental e médio e de universidades, orientação de estágios de formação, iniciações científicas, dissertações de mestrado e teses de doutorado, uma vez que o Grupo de pesquisa pretende oferecer um espaço de apresentação e reflexão do conteúdo temático sobre imaginário, literatura e memória, tanto aos alunos da pós- graduação, da gradua

investigação científica. O grupo possui uma Linha de pesquisa: Poéticas do Imaginário e Memória; é composto por 70 pesquisadores, membros efetivos (do Brasil e exterior) e 12 estudantes (do mestrado e doutorado em Letras) de várias IES. Em 2019, ocorreu uma publicação decorrente do grupo e linha de pesquisa com o livro intitulado Redes do imaginário: Literatura, memória e resistência. Essa obra congrega professores, pesquisadores, vinculados a alguns dos programas de Pós-Graduação em Letras e outros campos do saber, de Universidades do Brasil e do Exterior e vincula-se ao grupo e linha de pesquisa Poéticas do Imaginário e Memória (UNIOESTE/PUC-GO). Em 2020, a pesquisa ampliou com produções, encontros via Live.

4. Grupo de Estudos – Poéticas da Hipermodernidade

Coordenado pela Profa. Maria Aparecida Rodrigues, trata do estudo das teorias do pensamento da contemporaneidade, específica do final do século XX e das abordagens conceituais do século XXI, aplicadas de forma inédita nas artes e na literatura. O grupo conta com projeto específico e já apresenta várias produções em dissertações, teses, livros, capítulos de livros e artigos científicos. Muitos são os estudantes e pesquisadores que congregam ao estudo, de IES nacionais e internacionais. Vários encontros e Lives foram realizados sobre o tema em 2020. O grupo se integra à linha de pesquisa Correntes Críticas Modernas e Contemporâneas e impactam nas ações do Programa por inter-relacionarem saberes comuns e, ao mesmo tempo, inovadores para a complementação dos conhecimentos específicos da linha Correntes Críticas Modernas e Contemporâneas, no tocante à aquisição, pelo estudante da área, de novas teorias sobre a literatura e a crítica das artes no século XXI, teorias que estão sendo elaboradas, inclusive inéditas pela coordenadora da linha, juntamente com pesquisadores brasileiros e, em diálogo, com pesquisadores internacionais em rede de pesquisas.

REDE DE PESQUISA

A docente Maria Aparecida Rodrigues participa, como pesquisadora (membro), da Red Internacional de Investigadores de la Literatura Comparada (REDILIC), pertencente à área de Literatura Comparada do Instituto de Investigaciones Literarias “Gonzalo Picón Febres” da Facultad de Humanidades de la Universidad de Los Andes, em Mérida – Venezuela, fazendo parte do projeto “Estéticas en movimento, tránsitos culturales, simbólicos y linguísticos”. Realiza pesquisas relacionadas à Literatura e Estéticas Comparadas com interface no estudo de obras de arte modernas e contemporâneas, com ênfase na literatura e nas artes visuais, referentes às mutações estéticas decorrentes de encontros e desencontros paradoxais (conjuntivos/disjuntivos) entre culturas, formas de arte e mudanças nos modos de comportamentos sociais que interferem na atitude estética na contemporaneidade. A REDILIC (Red Internacional de Investigadores de la Literatura Comparada) conta com a participação de pesquisadores da

Venezuela, do Peru, da Alemanha, do Canadá, da Suíça e do Brasil. Promove publicações no livro Travesías Intermediáticas, compostos por artigos de seus participantes. Em 2019, iniciou-se a preparação de mais um volume, publicado em 2020.

A importância da Rede de pesquisa se refere ao grau de interação que ela tem com a literatura e a crítica literária, área de concentração do Programa e, em decorrência, com a linha de pesquisa Corrente Críticas Modernas e Contemporâneas por se tratar da literatura e estéticas comparadas nas quais estão previstas a transrelação entre pesquisadores de diferentes nacionalidades, dialogando saberes artísticos em movimento e que revelam a moderna e contemporânea concepção dos trânsitos culturais, simbólicos e linguísticos significantes para o desenvolvimento e a qualificação diferencial do Programa, permitindo, ainda, a troca de conhecimentos e publicações significativas conjuntas, gerando, com isso, impacto cultural e inovador na percepção artística e crítica dos estudantes do PPGLET, tais como: conhecimento das vertentes estéticas e críticas que são estudadas entre países; apreensão das mutações artísticas decorrentes dos modos globais e virtuais dos comportamentos sociais no mundo contemporâneo e interação de saberes inéditos entre pesquisadores sobre a teoria das artes no século XXI.

Projetos de Pesquisa

PROJETOS DE PESQUISAS RELACIONADOS À LINHA 1:

CORRENTES CRÍTICAS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS

1A Hipermodernidade: Teorias Estéticas e Obras de Artes do Cinema, da Literatura, da Pintura, das Artes Visuais e das Narrativas Gráficas.

Projeto de pesquisa coordenado pela docente MARIA APARECIDA RODRIGUES, do Grupo de Pesquisa Estudos da Literatura, Linha de Pesquisa Correntes Críticas Contemporâneas que visa a estudar as teorias da hipermodernidade, considerando as teorias estéticas da modernidade em suas três fases: modernidade stricto sensu, pós-modernidade e hipermodernidade a partir da análise de obras da literatura, do cinema, da pintura, das narrativas gráficas, das artes visuais de um modo geral, da moda e do designer. Estudar as teorias do estético e do transestético e relacioná-las às obras de arte. Pretende estudar as artes contemporâneas, a fim de reconhecer o elo dessas artes com a realidade social dos séculos XX e XXI; reconhecer a aproximação criativa de diferentes formas de arte e as tendências criativas do século XXI e esboçar uma prévia teoria sobre as artes do século XXI.

A relevância da pesquisa se deve ao conhecimento das teorias estéticas da modernidade, pós-modernidade e a possível definição do que seja a arte de agora: a hipermodernidade. Essas delimitações permitem ao crítico de artes ter ciência do objeto analisado e das teorias que lhes dão suporte.

O projeto conta com a participação de docentes da graduação: Helen Suely Amorim, Vitor F. Perilo Vitoy, Sara Castro, Daura Guimarães e Divina Pinto Paiva; de outras IES (nacionais e internacionais): Acir Dias da Silva – UNIOESTE, Gilson Vedoin e Norival Bottos Júnior – UEMES, José Alcides – USP; Elizete Albina Ferreira (PUC Goiás), Éris Antônio Oliveira (PUC Goiás – aposentado), Maria Eneida (IEF – Brasília), Eduardo Sugizaki (PUC Goiás); Lilibeth Zambrano (Facultad de Humanidades de la Universidad de Los Andes em Mérida – Venezuela), María Ángeles (Universidade de Salamanca – Espanha); 3 discentes (orientandos) do Mestrado em Letras: Edna Gomes de Sousa Leão, Leonardo Prudêncio e Almiro Franco Neto; e 2 da graduação (TCC e IC). Participa, ainda, egressos: Adriana Ataíde de Oliveira, Cecília Honória dos Santos Pereira, Rosimeire Soares da Silva, Silvia Nascimento, Mário Carlos

Nogueira, Angélica Maria Alves Vasconcelos, Leicina Alves Xavier Pires, Daniel Tavares Moreira, Luciano Martins da Conceição; 2 ex-discentes de graduação IC: Luciano Martins da Conceição e Lorena Cândido Bahia; Pedro Luiz Cascalho – orientando de TCC.

2. Poéticas Contemporâneas: ecocrítica, perfomance, imaginário e ciberecopoesia em movimento

Projeto coordenado pela docente MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES LIMA, pertencente ao Grupo de Pesquisa Estudos da Literatura, da Linha de Pesquisa Correntes Críticas Contemporâneas. O objetivo geral dessa pesquisa é apresentar estudos sobre as Poéticas Contemporâneas: Ecocrítica, Perfomance, Imaginário, performance da ciberecopoesia em movimento, a partir das teorias sobre o ecocriticismo e a arte performática, considerando o ponto de vista estético dos textos poéticos que tratam da ciberecopoesia. Essa interconexão entre a ciberecopoesia em movimento tem como desígnio dar voz às questões emergentes ambientais por meio das artes e da tecnologia. A pesquisa busca analisar o processo da construção do imaginário, da ciberecopoética performática; conhecer as teorias que sustentam as formas de artes em atenção; produzir material de suporte para estudantes, pesquisadores e profissionais de diversas áreas sobre o tema proposto, direcionando-os aos estudos, aplicabilidades, leituras e reflexões em torno da arte ciberecopoética e performática utilizando-se das novas linguagens midiáticas (YouTube, apps, sites e outras plataformas interativas). O projeto conta a participação de de alunos da graduação em Letras da PUC Goiás, ( Iniciação Científica, mestrandos e egressos, do PPGLET, sob orientação da docente), docentes da graduação, de outras IES (nacionais UNIOESTE (José Donizeti Cruz e UFPA, Iêdo Paes) e internacionais (Isabel Ponce Leão da UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA do Porto, PT).

3. Aspectos Estruturais da Narrativa: Abordagens Críticas e Estéticas

Projeto coordenado pela docente ELIZETE ALBINA FERREIRA, objetiva apresentar a fundamentação e pressupostos teóricos e críticos acerca do que se convencionou denominar de novo romance histórico.

Pretende-se demonstrar os aspectos constitutivos do novo romance contemporâneo português.

• Situar o sujeito pós-moderno como metáfora de uma “celebração móvel”.

• Compreender o novo romance histórico como espaço para o exercício do experimentalismo e inovações na linguagem.

O projeto trata de temas da contemporaneidade, relativos às questões de leitura da História oficial, a partir do artefato literário, e prevê a participação de

docentes da rede pública e de outras IES, discentes (orientandos) do Mestrado em Letras e da graduação (TCC e I.C).

O projeto de pesquisa adere-se à linha de pesquisa “Correntes críticas modernas e contemporâneas”, do PPGLET, com o objetivo de apresentar a fundamentação e pressupostos teóricos, críticos e estéticos acerca do gênero narrativo, demonstrando os aspectos constitutivos do gênero narrativo. A vertente contemporânea de situar o sujeito pós-moderno como metáfora de uma “celebração móvel”, a partir da análise de obras literárias em prosa, possibilita compreender o gênero narrativo como espaço para o exercício do experimentalismo e inovações na linguagem.

Assim, ao comprovar o caráter de coletividade possibilitado pelo romance histórico e as influências sociais e temporais em sua constituição, pretende-se demonstrar como as motivações sociais e humanas retratam e explicam a realidade histórica de determinada sociedade. O caráter investigativo da presente pesquisa assenta-se na perspectiva de entendermos o novo romance português contemporâneo e a metaficção historiográfica enquanto campo de representação do diálogo entre literatura e história, evidenciando a constituição do que hoje entendemos como mecanismos de hibridismo cultural e de gêneros, assim como as particularidades dos experimentalismos narrativos do século XXI.

4. Os Pontos Cardeais do Modernismo Brasileiro

Projeto coordenado pelo docente GILBERTO MENDONÇA TELES que trata dos pontos cardeais do Modernismo no Brasil. O projeto possui interface com os estudos realizados pelo docente na PUC Rio e conta com a participação de discentes das duas instituições. Pertencente ao Grupo de Pesquisa Estudos da Literatura e da Linha de Pesquisa Correntes Críticas Contemporâneas. Toda intensa produção do docente e as dissertações orientadas por ele no PPGLET estão inseridas nesse seu projeto, maduro e experiente.

5. A Poesia Erótica Brasileira de Autoria Feminina

Projeto coordenado pelo docente PAULO ANTÔNIO VIEIRA JÚNIOR, do Grupo de Pesquisa Estudos da Literatura. Linha de Pesquisa Correntes Críticas Contemporâneas. Pretende desenvolver leitura crítica sobre a poesia de autoria feminina e tem como objetivo específico:

Contribuir para o reconhecimento crítico das obras de Gilka Machado, Yêda Schmaltz, Olga Savary, Myriam Fraga e Hilda Hilst; Divulgar a produção de autoria feminina entre estudantes de Letras. Acessar e dinamizar a escrita literária de autoria feminina. Desenvolver investigações sobre o gênero lírico. Pensar questões relativas à paixão amorosa, a sexualidade humana e o erotismo literário. Introduzir alunas e alunos de graduação na pesquisa em Letras. Formar

novos pesquisadores na área de Estudos Literários. Ler sistematicamente textos em verso. Sistematizar estudos sobre a poesia erótica. Concorrer para o aperfeiçoamento da pesquisa desenvolvida na PUC Goiás e, consequentemente, para a formação de pesquisadores na área de Humanidades. Integrar o ensino e a pesquisa da graduação em Letras e do Mestrado em Literatura e Crítica Literária.

PROJETOS DE PESQUISAS RELACIONADOS À LINHA DE PESQUISA 2:

CRÍTICA LITERÁRIA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO:

1. Procedimentos Tradutórios, Transcriação e Intersemiose

Projeto coordenado pelo docente DIVINO JOSÉ PINTO, do grupo de pesquisa Crítica, Tradução e Transcriação, da linha de pesquisa Crítica, Tradução e Transcriação – objetiva compreender as relações entre as diferentes formas de realização da obra de arte, associadas aos procedimentos de tradução como ato de transcriação e crítica, observando como se dá essa transposição entre as línguas e linguagens, levando-se em conta aspectos como, realidade sociocultural e históricos, bem como os elementos específicos das línguas e das linguagens que nos servirão de objeto.

Pretende realizar estudos das interfaces entre as várias formas de arte, observando como essas linguagens diversas dialogam, se distanciam ou se complementam; empreender trabalhos tradutórios de obras teórico-críticas ou literária em línguas estrangeiras e/ou portuguesa; estudar o processo de tradução e/ou transcriação de textos teórico-críticos e literários traduzidos ou adaptados para a língua de destino; apontar elementos e aspectos do processo de transcriação e tradução das escolhidas para estudos e definir textos/objetos para cada pesquisador de acordo com a forma de linguagem artística escolhida por cada um, em período preestabelecido.

O projeto conta com a participação de docentes de outras IES, discentes (orientandos) do Mestrado em Letras e da graduação (TCC e I.C).

2. Desconstrução: a obra de Miguel Jorge, um Constructo Intersemiótico

Projeto coordenado pela docente Custódia ANNUNZIATA SPENCIERI de Oliveira. Grupo e Linha de Pesquisa Crítica, Tradução e Transcriação. Aprofundar os estudos sobre as teorias literárias pós-estruturalistas, no que elas tratam das diversas formas de desconstrução e possibilidades intersemióticas/interartísticas.

Visa a analisar a obra do autor goiano Miguel Jorge como objeto modelo para as questões postas pela crítica pós-estruturalista e, principalmente, as questões intersemióticas/interartísticas. Verificar a possibilidade de estruturação de uma análise intersemiótica do signo linguístico e do signo musical. Traçar possibilidades futuras de análise para além das posturas pós-estruturalistas.

O estudo proposto objetiva fazer uma reflexão sobre o pensamento pós-estruturalista, revisitando a teoria formulada pelos autores contemporâneos. Busca analisar essas teorias como uma forma de difundi-las em estudo crítico e lançar um olhar prospectivo, buscando analisar que rumos poderão tomar a crítica literária a partir dessas posturas contemporâneas. O principal elemento de reflexão será o signo linguístico em sua possibilidade de trânsito entre as diversas linguagens artísticas e na sua perda do sentido logo-fono-centrista.

O fundamental objeto de estudo será a obra do escritor Miguel Jorge no que ela se mostra como modelo de desconstrução do signo linguístico, o que lhe dá grande alcance intersemiótico, transitando por diversas linguagens artísticas. Descritores: desconstrução, linguagens interartísticas, semiótica.

O projeto conta com a participação de discentes (orientandos) do Mestrado em Letras e da graduação (TCC e IC). Iniciação Científica – Maria Rita Marques dos Reis – 2019. Mestrandos: defesas em 2020: Allaidy da Silva Barbosa Gonçalves e Penélopy Muniz Martins Lobo.

3. Narrativa, Tradução e Transcriação: Diálogos entre Línguas, Linguagens, Gêneros Literários e Configurações Estéticas

O projeto é coordenado pelo docente ÁTILA SILVA ARRUDA TEIXEIRA, pertence ao Grupo de Pesquisa Crítica, Tradução e Transcriação e à Linha de Pesquisa Crítica Literária, Tradução e Transcriação, objetiva apresentar estudos sobre as relações entre narrativa, tradução e transcriação, a partir dos diálogos entre línguas, linguagens, gêneros literários e configurações estéticas, que diferentes textos podem estabelecer entre si. Tendo como base estudos críticos e teóricos concernentes tanto à teoria da narrativa e à literatura comparada, quanto à transcriação e à tradução literária, com enfoque eminentemente transdisciplinar, a pesquisa pretende estabelecer conexões entre diferentes sistemas de significação e de relações intersemióticas (literatura, literatura surda, teatro, música, pintura, escultura, arquitetura, cinema, fotografia, artes plásticas e publicidade).

A pesquisa busca: analisar obras de arte, observando o processo criativo no imaginário contemporâneo; conhecer os estudos que sustentam as teorias da narrativa, da tradução e da transcriação; produzir material de suporte para estudantes, pesquisadores e profissionais de diversas áreas sobre o tema proposto, direcionando-os aos estudos, comparações, leituras e reflexões em torno da tradução e da transcriação literárias, utilizando ou não as novas

linguagens midiáticas; promover discussões sobre a acessibilidade à literatura surda para o público não ouvinte, além de refletir sobre as relações que ela estabelece com os estudos literários de uma forma geral.

O projeto tem participação de docentes de outras IES, discentes (orientandos) do Mestrado em Letras e da graduação (TCC e IC).

4. Literatura Infantil e o Imaginário Infantil: Repercussões da Literatura nas Classes de Educação Infantil e nos Primeiros Anos do Ensino Fundamental

Projeto coordenado pela professora MARIA DA LUZ SANTOS RAMOS tem por objetivo estudar o papel da instituição educacional em proporcionar momentos de aprendizagens significativas, uma vez que as crianças adquirem conhecimentos nas interações que estabelecem no ambiente social e com ele. Situações essas que fomentem o imaginário infantil e fortalecem os vínculos com a literatura. Para tanto, selecionaremos alguns enfoques considerados relevantes e nos deteremos em publicações acerca das seguintes temáticas: literatura, concepções teóricas, desenvolvimento infantil, ludicidade, imaginário e brasileiro.

O projeto prevê a participação de professores da rede pública e de orientando do programa. O projeto conta com 2 alunos de IC; 3 de TCC e 1 professor da rede estadual de educação e conselheiro do CEE, Prof. Jaime Ricardo Ferreira. Os alunos são: Esther Marciano Barbosa, Aline Alves de Sousa, do curso de Pedagogia e o professor Rodrigo Fideles Fernandes, da PUC Goiás.

O projeto atende ao proposto do Programa e às metas concernentes ao estudo da literatura no ensino fundamental, tratando da inclusão da leitura nas classes de educação infantil; desenvolvendo, ainda, o imaginário infantil, importantíssimo para a formação criativa e crítica dos indivíduos.

5. Procedimentos Narrativos Literários: Hibridização e Diáspora

O projeto, coordenado pela professora LACY GUARACIABA MACHADO, pertence à linha de pesquisa Crítica Literária, Tradução e Transcriação e trata dos modos narrativos literários a partir das formas contemporâneas de hibridização e de diáspora. O projeto prevê a participação de egressos do PPGLET e de orientando do programa.

O projeto tem participação de docentes de outras IES, discentes (orientandos) do Mestrado em Letras e da graduação (TCC e IC).

Corpo Docente

Dra. MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES LIMA (COORDENADORA)
Doutora em Letras
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Brasil)  M/D
E-mail: fatimma@terra.com.br
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/8056641507047911

Dra. ELIZETE ALBINA FERREIRA (VICE-COORDENADORA)

Doutor em Letras e Linguística
Universidade Federal de Goiás (Brasil) M/D
E-mail: elizete@pucgoias.edu.br
elizetealbinaferreira@gmail.com
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/7838155117795661

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-6266-0624

Dra. CUSTÓDIA ANNUNZIATA SPENCIERI DE OLIVEIRA
Doutora em Letras
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Brasil) M/D
E-mail: csoliveira09@gmail.com
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/1862770150179930

Dr. DIVINO JOSÉ PINTO
Doutor em Letras
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Brasil) M/D
E-mail: djitapuranga@hotmail.com
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/7196794396119181

Dra. MARIA APARECIDA RODRIGUES
Doutora em Letras
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Brasil) M/D
E-mail: mariacidarodrigues2013@gmail.com
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/2329167623085176

Dra. MARIA DA LUZ SANTOS RAMOS (Descredenciada em 2023)
Doutora em Educação
Pontifícia Universidade Católica de Goiás (Brasil) M/D
E-mail: malusramos@yahoo.com.br
Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/6291231555790500

Dr. ROGÉRIO PEREIRA BORGES
Doutor em Comunicação e Sociedade
Universidade de Brasília (Brasil)  M/D
E-mail: rogeriopereiraborges@hotmail.com
ORCID: orcid.org/0000-0002-0173-8926                                                                                             Currículo Lattes: lattes.cnpq.br/8352538837463850

Dr. Gilberto Mendonça Teles

Doutor em Linguística e Letras – PUC/RS

e-mail: gilmete@globo.com

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/0344905611735741

Dra. Lacy Guaraciaba Machado

Doutora em Teoria da Literatura – UNESP

e-mail: lacyguaraciaba@gmail.com

Curriculo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6281312559432634

Iria Brzezinski

Doutora em Administração Escolar – USP

e-mail:

Curriculo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6603959142820263

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-1708-9139

 

Documentação

Legislação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Legislação Federal

REQUERIMENTOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS ACADÊMICOS:

SOLICITAÇÃO DE DIPLOMA:

TODA A DOCUMENTAÇÃO PARA SOLICITAR DIPLOMA DEVERÁ SER ENVIADA PELO E-MAIL  pos.efph@pucgoias.edu.br

A SECRETARIA INFORMARÁ ATRAVÉS DE E-MAIL QUANDO O DIPLOMA ESTIVER LIBERADO PARA RETIRADA, AGUARDE CONTATO.

Legislação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Processo Seletivo

EDITAIS ABERTOS

CHAMADA 02-2024 – PROPE – Aluno Extraordinário e Especial para 2024-2

Inscrições até – 19 de agosto de 2024

 

1 RETIFICAÇÃO _ Edital 12_ 2024 – Seleção PPGLET _ 2 Semestre 2024

Inscrições até: 04 de agosto de 2024

BOLSA PROSUC/CAPES

TERMO DE COMPROMISSO CAPES PROSUC 2024

EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR

Chamada 01_2024_Aluno Extraordinário e Especial 2024_1

PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAÇÃO DE VAGAS PARA TURMA 2024_1

Inscrições: de 20 de dezembro de 2023 até 16 de fevereiro de 2024

EDITAL_DE_RETIFICACAO_N._03-2024-PROPE_-_Selecao_Discente_PPGLET_para_turma_2024_1

INSCREVA-SE

 

HOSPEDAGEM ESTUDANTIL PARA 2024/1

Inscrições até 16 de fevereiro de 2024

RESULTADO FINAL Chamada 001 – 2024 – PROEX-PROPE

Chamada 001 – 2024 – PROEX-PROPE – Hospedagem Estudantil – CAE

 APN N. 002-2022-GR – hospedagem Stricto Sensu

PROCESSOS SELETIVOS ENCERRADOS

PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA TURMA 2024_1

Inscrições: de 05 de setembro até 14 de novembro de 2023

EDITAL N. 47-2023-PROPE – Seleção Discente PPGLET para turma 2024_1

ALTERAÇÃO DAS DATAS DE INSCRIÇÃO E DATAS DA SELEÇÃO – Edital RETIFICADO n. 54_2023 _ PPGLET

INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS

HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

INSCREVA-SE

Inscrição para Aluno Extraordinário

RETIFICAÇÃO – Chamada-03_2023_Aluno-Extraordinario-e-Especial-2023_2

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PARA ALUNO EXTRAORDINÁRIO E ESPECIAL – EFPH

Edital 35_2023-PROPE _ Seleção discente para 2023_2 NOVO

RESULTADO FINAL – Processo Seletivo Edital n. 35_2023_PROPE

Edital 29_2023-PROPE _ Seleção discente para 2023_2

Edital 33-PROPE_2023-ALTERAÇÃO DO CRONOGRAMA PPGLET

Inscrições Homologadas

RESULTADO FINAL DO PROCESOS SELETIVO DISCENTE

HOSPEDAGEM ESTUDANTIL PARA 2023/2

Chamada 004 – 2023 – PROEX-PROPE – Hospedagem Estudantil – CAE

RESULTADO FINAL Chamada 004 – 2023 – PROEX-PROPE

Formulário de Inscrição Chamada Hospedagem Estudantil

AVISO: Caso tenha necessidade de acessar informações de Processos Seletivos Encerrados, entrar em contato com a secretaria pelo telefone (62) 3946-1673 ou E-mail: pos.efph@pucgoias.edu.br14

Pós-Doutorado

Ato Próprio Normativo n. 003/2015 – GAB/R – Regulamenta sobre o Estágio Pós-Doutoral

ESTÁGIOS PÓS-DOUTORAIS EM ANDAMENTO (NÃO TEM)

Nome:

Título do Projeto:

Supervisor:

Vigência:

Agência financiadora:

ESTÁGIOS PÓS-DOUTORAIS EM ENCERRADOS

Nome:

Título do Projeto:

Supervisor:

Vigência:

Pós-Doutorando 2019

Prof. Dr. Paulo Petronílio Correia (PNPD)

Pós-Doutorandos 2018

Prof. Dr. Gilson Vedoin (PNPD)
Prof. Dr. Antonio Donizeti da Cruz

Pós-Doutorandos 2017

Profa. Dra. Bertha Rojas Lopez

Prof. Dr. Maurício Vaz Cardoso (PNPD)

Bolsas e Financiamentos

LEGISLAÇÃO VIGENTE CAPES-PROSUC

TERMO DE COMPROMISSO CAPES PROSUC 2024

Declaração de Acúmulo de Benefícios

PORTARIA CAPES n° 149, de 1° de agosto de 2017 – regulamento PROSUC

Portaria nº 133, de 10 de Julho de 2023

Portaria nº 187, de 28 de Setembro de 2023

LEGISLAÇÃO VIGENTE FAPEG

Portaria-no-011-PRES-14-02-2022

Portaria-no-013-PRES-21-02-2022

Autorizacao-para-Exercicio-de-Atividade-Secundaria-Bolsas-de-Formação

Roteiro-para-Projeto-de-Bolsa

BOLSA PROSUC/CAPES

TERMO DE COMPROMISSO CAPES PROSUC 2024

 

RETIFICAÇÃO _ CHAMADA PROSUC PPGLET_01_2024_ BOLSA maio de 2024 (1)

RESULTADO CHAMADA 01 2024 PPGLET

CHAMADAS ENCERRADAS

PROCESSO DE SELEÇÃO DISCENTE AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM LETRAS PARA CONCORRER À BOLSA DA FAPEG – 1º SEMESTRE DE 2024

Ficha de inscrição chamada 01/2024-FAPEG

RESULTADO FINAL (novo)

Chamada 01/2023-FAPEG

Ficha de inscrição chamada 01/2023-FAPEG

FINANCIAMENTOS

BOLSA PÓS-DOC 2022

EDITAIS ENCERRADOS

BOLSA TAXA – CAPES 2019

BOLSA CAPES/PROSUC 2018

CHAMADA PODE PUC

FAPEG – CHAMADA PÚBLICA N° 03/2018 – BOLSAS MESTRADO E DOUTORADO

Bolsas:

Financiamentos:

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA CAPES/FAPEG

Publicações

 

ÁTILA SILVA ARRUDA TEIXEIRA

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Artigos em revistas e periódicos:

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda. “Apontamentos críticos sobre A Paixão Segundo G. H., De Clarice Lispector”. Guará – Linguagem e Literatura. v. 10, nº 2, 2020;

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda. “O triunfo da ficção: o trânsito entre a história e a literatura”. Revista Sapiência: Sociedade, Saberes e Práticas Educacionais, 2020;

Organização de Livro: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda e PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. – Goiânia: R & F, 2020;

Capítulos de Livro: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda. “Linguagem, mídia escolar e os direitos humanos: uma análise do livro didático vontade de saber português”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda e PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. – Goiânia: R & F, 2020;

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; MORAES, Valéria Maria Barboza Ferro de. “Maria Helena Chein e Rodrigo Godá: Poema e Arte Pictórica e partir da construção das subjetividades”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José. (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed., Goiânia: R & F, 2020;

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; MACHADO, Lizia Khenya de Campos Rosa Oliveira. “Conceição Evaristo pelos ‘becos da memória’: breve análise sobre a autorrepresentação negro-feminina”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda e PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed., Goiânia: R & F, 2020;

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; MENDONÇA, Simone Carneiro de. “Considerações sobre a crônica literária”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda e PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. – Goiânia: R & F, 2020;

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; COSTA, Eliana Xavier. “Sousândrade: modernidade e permanência”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed.,

Goiânia: R & F, 2020; Apresentação de Livro: TEIXEIRA, Átila Silva. “Da transcriação”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda e PINTO, Divino José. (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. – Goiânia: R & F, 2020;

Orelha de livro: TEIXEIRA, Átila Silva. “Orelha para a obra Arte e poesia em goiás”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. Arte e Poesia em Goiás. Maria de Fátima Gonçalves Lima. Goiânia: Ed. Kelps., outubro de 2020, PUC-Goiás (Jornada – Conferência de Encerramento).

Como resultado, o docente obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 02; Livro – 01; Capítulos de livros – 07; Trabalhos em Anais – 03; Outra produção – 01; Técnica: Apresentação de trabalhos – 07; Organização de Eventos – 04; Editoria – 01; Total: 30 registros.

DIVINO JOSÉ PINTO

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Organização de Livro:

TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José. (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed., Goiânia: R & F, 2020; MACHADO, Lacy Guaraciaba Machado;

PINTO, Divino José Pinto. O Leitor e Algumas Leituras. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

Livro: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. História a Quatro Mãos. Goiânia: Ed. Kelps. 2020;

Capítulos de Livro: PINTO, Divino José; DIAS, Kênia Cristina Borges Dias. “A Dança Literária em O Adeus de Teresa”. Kenia In: O Leitor e Algumas Leituras. Coletânea / organização: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

PINTO, Divino José; NAVES, Ludmila Martins Ludmila Martins. “Poéticas de transcriação: a utopia da contracultura do submarino amarelo”. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

PINTO, Divino José; SILVA, Cristiano Gomes da. A transcriação e a destituição da forma pura. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José. Org. Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. Goiânia: R

& F, 2020; PINTO, Divino José; CARVALHO, Paula Apoliane de Pádua. “Percepções acerca dos atos transcriativos no plano narrativo em A hora dos ruminantes e Cem anos de solidão”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda;

PINTO, Divino José. Org. Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. Goiânia: R & F, 2020;

PINTO, Divino José; JÚNIOR, Everaldo Correia de Lima. “Tramas da linguagem”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed., Goiânia: R & F, 2020;

PINTO, Divino José; CALASSA, Lívia Maria Borges. “O poema e fazer poético de Lêda Selma”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. Arte e Poesia em Goiás. Goiânia: Ed. Kelps. 2020; PINTO, Divino José; ALMEIDA, Simone Maria. “Relações entre literatura e cinema”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda; PINTO, Divino José (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed., Goiânia: R & F, 2020.

Orelha de Livro: PINTO, Divino José. “A poesia da literatura brasileira”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves A Poesia da Literatura Brasileira (Do Barroco ao Modernismo). Goiânia: Ed. Kelps. 2020;

Apresentação livro: PINTO, Divino José. “Arte e Poesia em Goiás”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. Arte e poesia em Goiás – Sete autores contemporâneos no curso da terceira margem da palavra. Goiânia: Ed. Kelps. 2020; PINTO, Divino José. “Perspectivas críticas da transcriação”. In: TEIXEIRA, Átila Silva Arruda;

PINTO, Divino José. (Org.) Perspectivas Críticas da Transcriação – Coletânea, 1ª ed. Goiânia: R & F, 2020.

Como resultado, o docente obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 01; Capítulos de livros e Apresentações de livros – 13; Trabalhos em Anais – 02; Outra produção – 01; Técnica: Apresentação de trabalhos – 07; Total: 23 registros.

CUSTÓDIA ANNUNZIATA SPENCIERI DE OLIVEIRA – Graduada em INSTRUMENTO – PIANO pela Universidade Federal de

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Artigos em revistas:

OLIVEIRA, Custódia Annunziata Spencieri de. Resenha Crítica – Ana Cristina César – Revista AFLAG, v. 1. 2020;

OLIVEIRA, Custódia Annunziata Spencieri de; BARBOSA, Allaidy da Silva. “A construção semiótica nas personagens de Miguel Jorge”. Revista Coralina, 2020;

Livros: OLIVEIRA, Custódia Annunziata Spencieri de; MARTINS, Penélopy Muniz. Poe: do conto à dramaturgia em movimento semiótico. Goiânia: Editora Kelps. 2020;

OLIVEIRA, Custódia Annunziata Spencieri de; BARBOSA, Allaidy da Silva. Miguel Jorge – As Formas da Personagem em Movimento Semiótico. Goiânia: Ed. Kelps, 2020.

Como resultado, a professora obteve:

Em produção bibliográfica: Artigo em periódico – 01; Artigo em jornal – 01; Capítulos de livros – 04; Técnica: Apresentação de trabalhos – 02; Serviços técnicos – 40; Total: 48 registros.

ELIZETE ALBINA FERREIRA

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Publicações em livro Cartografias narrativas:

Diálogos e perspectivas, obra composta por ensaios de alunos do Mestrado, Iniciação Científica e graduação, a partir das pesquisas desenvolvidas por eles, vinculadas ao Projeto de Pesquisa “Aspectos estruturais da narrativa: abordagens críticas e estéticas”; “Fronteiras da personagem: entre autonomia e heteronomia” – Revista Guará – v. 9, nº 2 (2019);

Capítulos de livros publicados: “A escrituração da máquina de ser e sedução estética. Arte e Sedução em tempos hipermodernos – A literatura de João Gilberto Noll e o filme ‘Demolição’, de Jean Marc Vallee” – Goiânia: Kelps, 2020;

LIMA, M. F. G. “O humano demasiadamente humano, em Dois Mundos, de Maria de Fátima Gonçalves Lima” – Goiânia: Kelps, 2020; “Experiências sobre a narrativa: novos leitores, novos olhares”. In: Elizete Albina Ferreira. (Org.). Cartografias Narrativas: Diálogos e Perspectivas. 1ª ed. Goiânia: Kelps, 2020;

Como resultado, a professora obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 01; Livro – 01; Capítulos de livros – 02; Apresentações de livros – 04; Trabalhos em Anais – 02; Técnica:

Apresentação de trabalhos – 03; Organização de Eventos – 02; Serviços técnicos – 01; Total: 16 registros.

GILBERTO MENDONÇA TELES –

Publicações 2020:

Livros: TELES, Gilberto Mendonça. A Ficção da Página – Ensaios Sobre a Literatura Brasileira. São Paulo: Appris Editora, 2020; TELES, Gilberto Mendonça. A Raiz da Fala II; Goiânia: Ed. Kelps, 2020; TELES, Gilberto Mendonça Arte De Armar III; Goiânia: Ed. Kelps, 2020; TELES, Gilberto Mendonça. As Interfaces da Poesia – Sintaxe Invisível. Goiânia: Ed. Kelps, 2020.

Como resultado, o professor obteve:

Em produção bibliográfica: Livros – 06; Total: 06 registros

LACY GUARACIABA MACHADO 

Publicações 2020:

Livro:

MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José Pinto. História a Quatro Mãos. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

Organização de Livro: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras. Goiânia: Ed. Kelps, 2020; Capítulos de Livro:

MACHADO, Lacy Guaraciaba; SILVA, Maria Raquel Gomes da. “A experiência do bibliotecário: busca de informação”. Maria Raquel Gomes da Silva e Lacy Guaraciaba Machado. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras. Goiânia: Ed. Kelps. 2020;

MACHADO, Lacy Guaraciaba; OLIVEIRA, Viviane Andrade. “Os elementos construtivos da narrativa de suspense em jogos”. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras – Coletânea / organização: Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

MACHADO, Lacy Guaraciaba; OLIVEIRA, Carila Aparecida de. “Passos e compassos do discurso metapoético”. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba Machado; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras – Coletânea / organização: Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

Prefácio: MACHADO, Lacy Guaraciaba. “Prefácio”. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba Machado; PINTO, Divino José. O Leitor e Algumas Leituras – Coletânea / organização: Goiânia: Ed. Kelps, 2020.

Como resultado, a professora obteve:

Em produção bibliográfica: Capítulo de livros – 06; Livro – 02; Serviços técnicos – 03; Total: 11 registros.

MARIA APARECIDA RODRIGUES 

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Publicação dos livros:

Arte e sedução em tempos hipermodernos: A literatura, de João Gilberto Noll, e o filme Demolição, de Jean-Marc Vallée; A força do destino.

Capítulo de livro: “A cartografia narrativa e a crítica transestética: dobras que se desdobram”, do Livro CARTOGRAFIA NARRATIVA, Org. Elizete Albina Ferreira; “Os avessos da hipermodernidade: a dança dos signos, libro Travesías Intermediáticas. ULA – Red Internacional de Investigadores de la Literatura Comparada Universidad de Los Andes – Venezuela;

Prefácios: “O movimento semiótico da crítica literária” – livro de Penélopy Muniz Martins Lobo e Custódia Annunziata Spencieri de Oliveira;

“O olho da criação e a arte de recriar” – livro Hórus, de Everaldo Júnior; Apresentação: “Baladas para violão de cinco cordas do livro de Léo Prudêncio; Artigo: “Clarice Lispector – o Ser da Arte e a Arte do Ser”.

Como resultado, a docente obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 01; Capítulos de livros e apresentação – 05; Trabalhos em Anais – 03; Livro Completo – 01; Técnica: Editoria – 01; Apresentação de trabalhos – 03; Curso de curta duração – 02; Total: 16 registros.

MARIA DA LUZ SANTOS RAMOS 

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Assessoria Pedagógica Educação Infantil e Ensino Fundamental no Município de Ouro Verde de Goiás (2020); Elaboração do Currículo da SME de Goiânia; Coordenação da Semana da Leitura da SME; V Jornada da leitura produzida em Goiás (Organização); Membro da Comissão Científica Externa do VI Congresso de Ciência e Tecnologia da PUC Goiás; Curso: Fundamentos teóricos e metodológicos do ensino de História e Geografia e a BNCC – XVI Simpósio do Curso de Pedagogia da PUC Goiás; Apresentação “Goianidade” – XVI Simpósio do Curso de Pedagogia da PUC Goiás e IX Mostra de Docentes e Discentes do Curso de Pedagogia da PUC Goiás; Apresentação “Ser Goiano” – XVI Simpósio do Curso de Pedagogia da PUC Goiás e IX Mostra de Docentes e Discentes do Curso de Pedagogia da PUC Goiás; Live dia 14/09/2020 “Lendo a Literatura infantil e juvenil: jogo de linguagens”; Live: “A leitura e a intervenção na sala de aula” (20/10) Colóquio da Linha de Pesquisa: crítica literária, tradução e transcriação; Apresentação: “A contação de história e a construção da casa do ser no tecido da vida” – 12º Colóquio do Grupo de Estudos Literários contemporâneos (GELC) e 5ª Jornada de Literatura, História, Feira de Santana – CA (23/11/2020);

Como resultado, a docente obteve:

Em produção bibliográfica: Trabalhos em Anais – 01; Técnica: Apresentação de trabalhos – 06; Organização de Eventos – 02; Programa de rádio ou TV – 01; Total: 10 registros.

MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES LIMA 

PUBLICAÇÕES E OUTRAS ATIVIDADES ACADÊMICAS EM 2020:

Revistas e Periódicos: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. “O Humor em João Cabral”. In: (2237-4957) Guará – Linguagem e Literatura. V. 10. nº 1. 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. “O Indianismo na Literatura Brasileira”. Maria de Fátima Gonçalves Lima. In: (2358-2790) Revista Metalinguagens. 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. “O sentir pela linguagem: Uma Leitura de ‘Vidas Secas’ de Graciliano Ramos e ‘Gaibéus’ de Alves Redol”. In: (1807-8931) Temática. 2020;

Livro: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. Arte e Poesia Em Goiás – Sete Autores no Curso da Margem da Palavra. Goiânia: Ed. Kelps, 2020. 410 p;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; A Poesia da Literatura Brasileira do Barroco ao Modernismo. Goiânia: Ed. Kelps. 2020. 648p;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros na Poesia de G.M.T E Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps. 2020.350p;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Discurso do Rio em João Cabral. Goiânia: Ed. Kelps. 2020. 338p;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. Dois Mundos. Goiânia: Editora Kelps. 80.p;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Mundo Encantado das Telas de Amaury Menezes. Goiânia: Ed. Kelps. 2020. 60p.;

Capítulos de Livros: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. “Gilberto Mendonça Teles e Marcelo Barra: Dois poemas performativos”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; NACIF, Kesia Brasil Pereira. “Ecopoesia e imaginário em improvisuais de Gilberto Mendonça Teles”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; PEREIRA, Rosally Brasil. “O Mato Grosso de Goiás na imagem do Regime Diurno de Durand”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; HIDASI, Iracema Maria da Trindade. “Lirismo Rural de GMT – Um Estudo na Perspectiva do Ecocriticismo”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; LIMA, Cecília Menezes. “A vocalidade poética de Gilberto Mendonça Teles”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020; LIMA, Maria de Fátima Gonçalves;

LIMA, Cecília Menezes. “A performatividade da poesia e dança em Gilberto Mendonça Teles”. In: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. O Signo de Eros em GMT e Outros Ensaios. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

LIMA, Maria de Fátima Gonçalves; BRITO, Elizabeth Abreu Caldeira. “A Voz das Águas”. In: LIMA, Maria Fátima Gonçalves. Arte e Poesia em Goiás. Goiânia: Ed. Kelps, 2020;

Apresentação de Livro: LIMA, Maria de Fátima Gonçalves. “Apresentação – O leitor e algumas leituras”. In: MACHADO, Lacy Guaraciaba e PINTO, Divino José (org.). O Leitor e Algumas Leituras – Coletânea. Goiânia: Ed. Kelps, 2020.

Como resultado, a docente obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 04; Livros: 06; Capítulos de livros – 12; Artigo em Jornal ou Revista – 01; Técnica: Editoria – 01; Apresentação de trabalhos – 02; Organização de Eventos – 04; Programa de rádio ou TV – 08; Serviços Técnicos – 10; Total: 48 registros.

PAULO ANTÔNIO VIEIRA JÚNIOR 

Publicações e outras atividades acadêmicas em 2020:

Publicações em revista:

“O corpo fala em ‘Luamanda’, ‘Ana Davenga’ e ‘Duzu-Querença’, de Conceição Evaristo – LINGUAGEM – ESTUDOS E PESQUISA – UFG; “Reflexos e reflexões em torno de uma identidade cultural: a descolonização do eu em ‘Beijo na face’ e ‘O cooper de Cida’, de Conceição Evaristo – NORTE@MENTOS (UNEMAT); Livro – 2020/2021: Uma escrita sustentada pela paixão: a poesia erótica de Yêda Schmaltz – CEGRAF/UFG;

Como resultado, o docente obteve:

Em produção bibliográfica: Artigos em periódico – 02; Trabalhos em Anais – 01; Técnica: Editoria – 01; Apresentação de trabalhos – 01; Organização de Eventos – 01; Total: 05 registros

Eventos e Certificados

EVENTOS DE 2024

 

XVII SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLTIMENTO

1 – Certificado de Apresentação de Trabalho

2- Certificado de Participação em Evento

3 – Certificado de Ouvinte

EVENTOS DE 2023

XVI SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLTIMENTO

1- Certificado Apresentadores

2- Certificado Organizadores

3- Comissão Científica

4- Ouvintes

II SIMPÓSIO INTERNACIONAL: AS POÉTICAS CONTEMPORÂNEAS – 08 E 09/05/2023

LINK DE ACESSO 

2022

XV SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLVIMENTO

Certificados ouvintes

Certificados participantes

Certificados organizadores

Certificados dos apresentadores

VII COLÓQUIO ESTÉTICAS MODERNAS E CONTEPORÂNEAS, IV COLÓQUIO DE LETRAS & VI SARAU DE LETRAS

Mestrado e Graduação em Letras da PUC Goiás discutem sobre Hiper Modernidade – YouTube

 

2021

ABERTURA COLÓQUIO 90 ANOS GILBERTO MENDONÇA TELES & MESA: A POESIA DE GILBERTO MENDONÇA TELES – YouTube

VII JORNADA DE LEITURA DA LITERATURA PRODUZIDA EM GOIÁS

V COLÓQUIO DA LINHA DE PESQUISA: CRÍTICA LITERÁRIA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO – 2021

MESA: CONFERÊNCIA – YouTube

2020

XIII SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLVIMENTO

2019

VI COLÓQUIO: ESTÉTICAS MODERNAS E CONTEMPORÂNEAS – ARTE HIPERMODERNA E IMAGINÁRIO – 12 E 13 DE NOVEMBRO/2019

XII  SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLVIMENTO – 27 E 28 DE MAIO DE 2019 – AUDITÓRIO DA ÁREA 6 – mais informações – clique aqui

I ENCONTRO DE CONTADORES DE HISTÓRIA – DIA  23 DE ABRIL DE 2019 – certificados entregues no dia do evento

2018

EVENTOS/CERTIFICADOS

 MINICURSO PENSAR O BRASIL, NA LITERATURA: CULTURA, POLÍTICA E IDENTIDADE

XI SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLVIMENTO – LINHA DE PESQUISA: CRÍTICA LITERÁRIA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO –  CERTIFICADOS:

PALESTRA – PROF. DR. ARNALDO SARAIVA – UNIVERSIDADE DE PORTO

2017

EVENTOS/CERTIFICADOS

 III JORNADA DE LEITURA DA LITERATURA PRODUZIDA EM GOIÁS – 2017: 

X SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES EM DESENVOLVIMENTO 

LINHA DE PESQUISA: CRÍTICA LITERÁRIA, ENSINO E LINGUAGENS INTERARTÍSTICAS

SEMINÁRIO DE DISSERTAÇÕES DA LINHA DE PESQUISA: CRÍTICA LITERÁRIA, TRADUÇÃO E TRANSCRIAÇÃO

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. MARIA DE FÁTIMA GONÇALVES LIMA 

E-mail: mfatima.let@pucgoias.edu.br OU fatimma@terra.com.br

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. ELIZETE ALBINA FERREIRA

E-mail: elizete@pucgoias.edu.br OU elizetealbinaferreira@gmail.com

E-mail oficial do Programamestrado.let@pucgoias.edu.br

Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Escola de Formação de Professores e Humanidades (EFPH)

Rua 227, Quadra 66, Lote 14E, Número 119, 5º. Andar
Setor Leste Universitário
CEP 74605-080 – Goiânia – Goiás

Contatos:
Secretaria – (062) 3946-1673/ 3946-1674
Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Funcionárias da Secretaria:

Camilla Di Ribeiro Barbosa
Secretária Adjunta
E-mail: pos.efph@pucgoias.edu.br

Alessandra Malta de Oliveira

Alzerina Alencar V. Moreira

Amanda Carvalho dos Santos

Laborátorios

Em breve!

Banco de Teses e Dissertações

Em breve!

Produção do Programa

Em breve!

Redes de pesquisa

Rede 1

Rede Internacional de Pesquisadores de Literatura Comparada (REDILIC)

Objetivo(s)

A Rede Internacional de Pesquisadores de Literatura Comparada é constituída com o propósito de realizar projetos de pesquisa sobre a problemática dos trânsitos literários, culturais, simbólicos e linguísticos, a partir de abordagens intertransdisciplinares e intertransmídias. Nesta perspetiva, privilegia-se a mobilidade na ação investigativa e a amplitude dos seus procedimentos. Ou seja, o trabalho de investigação da Rede apoia-se num procedimento crítico que permitirá aos seus membros movimentar-se “entre” duas ou várias arestas do problema em questão, explorando ligações e relações entre as disciplinas. Isso pressupõe que os sujeitos do conhecimento sejam retirados de seus territórios e se preparem para cruzar fronteiras.

Membros

Dra. Lilibeth Zambrano – Coordenadora / Instituto de Pesquisa Literária “Gonzalo Picón Febres. Faculdade de ciências humanas. Universidade dos Andes. Mérida – Venezuela.

Dr. Alai Garcia Diniz – Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Msc. Angélica Salas – Faculdade de Educação. Departamento de Pré-escola. Faculdade de Ciências Humanas e Educação. Universidade dos Andes. Mérida/Venezuela.

Dr. Antonio Donizeti Da Cruz – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. (UNIOEST).

Dr. Antônio Esteves – Universidade Estadual Paulista/Assis (UNESP/ASSIS).

Dr. Belford Moré – Departamento de Literatura e Instituto de Pesquisas Literárias “Gonzalo Picón Febres”, Faculdade de Ciências Humanas e Educação, Universidade de Los Andes.

Dra. Carmen Luna Sellés – Universidade de Vigo. Galiza/Espanha.

Dra. Cecilia Cuesta – Departamento de Literatura e Instituto de Pesquisas Literárias “Gonzalo Picón Febres”, Faculdade de Ciências Humanas e Educação, Universidade de Los Andes.

Prof. César Lucena – Escola de Meios Audiovisuais. Faculdade de Ciências Humanas e Educação. Universidade dos Andes. Mérida – Venezuela.

Dra. Elizete Albina Ferreira – PUC Goiás

Dr. Gilmei Francisco Fleck – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).

Dra. Isabel Jasinski – Universidade Federal do Paraná.

Msc. Jenny Muchacho – Instituto de Pesquisas Literárias “Gonzalo Picón Febres” Faculdade de Ciências Humanas e Educação. Universidade dos Andes. Mérida – Venezuela.

Msc. José Gregorio Vásquez – Departamento de Literatura, Faculdade de Ciências Humanas e Educação, Universidade de Los Andes.

Dra. Lourdes Kaminski Alves – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).

Dr. Maén Puerta – Instituto de Pesquisas Literárias “Gonzalo Picón Febres”, Faculdade de Ciências Humanas e Educação, Universidade de Los Andes.

Dr. Maén Puerta – Instituto de Pesquisas Literárias “Gonzalo Picón Febres” Faculdade de Ciências Humanas e Educação. Universidade dos Andes. Mérida – Venezuela.

Dra. Ximena Antonia Díaz Merino – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro /UFRRJ

Fale com a gente!

Tem alguma dúvida sobre como ingressar na PUC ou como construir sua carreira em uma Universidade? Queremos te ajudar!

Envie-nos uma mensagem